Depende – Jarabe de Palo

Por que las cosas dependen. Depende de según como se mire… Que el blanco sea blanco que el negro sea negro que uno y uno sean dos como exactos son los números Depende Que aquí estamos de prestao que el cielo esta nublao que uno nace y luego muere y este cuento se ha acabao Depende Depende ¿de qué depende? de según como se mire, todo depende Que bonito es el amor mas que nunca en Primavera que mañana sale el sol y que estamos en...

Read More

Bandolins, de Oswaldo Montenegro

Como fosse um par que Nessa valsa triste Se desenvolvesse Ao som dos Bandolins… E como não? E por que não dizer Que o mundo respirava mais Se ela apertava assim Seu colo como Se não fosse um tempo Em que já fosse impróprio Se dançar assim Ela teimou e enfrentou O mundo Se rodopiando ao som Dos bandolins… Como fosse um lar Seu corpo a valsa triste Iluminava e a noite Caminhava assim E como um par O vento e a madrugada...

Read More

Clássicos modernos

Quem nao se lembra dessa? Era so ir a uma discoteca/club e ouvir este tema… Gigi D’Agostino – I ‘ll fly with you – L’amour Toujours "I'll Fly With You" I still believe in your eyesI just don't care whatYou have done in your lifeBaby I'll always be here by your sideDon't leave me waiting too longPlease come byI, I, I, I still believe in your eyes;There is no choice,I...

Read More

‘A Cajuína’ de Caetano Veloso

Existirmos: a que será que se destina? Pois quando tu me deste a rosa pequenina Vi que és um homem lindo e que se acaso a sina Do menino infeliz não se nos ilumina Tampouco turva-se a lágrima nordestina Apenas a matéria vida era tão fina E éramos olharmo-nos intacta retina A cajuína cristalina em Teresina Defendem alguns teóricos da interpretação que textos, discursos ou documentos históricos devem ser sempre interpretados à luz da...

Read More